Início Notícias Deputado Ossesio Silva reivindica melhorias para famílias carentes de Pernambuco

Deputado Ossesio Silva reivindica melhorias para famílias carentes de Pernambuco

193

O líder do PRB na Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Ossesio Silva solicitou através de indicações, a implantação do programa Plano Progredir para diversos municípios pernambucanos, da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão. O objetivo é o de aumentar a renda de quem recebe o Bolsa Família, às ações do programa, abrangem as áreas de qualificação profissional, trabalho e empreendedorismo.

Hoje existem cerca de 13 milhões de brasileiros assistidos pelo Bolsa Família, que poderão participar de cursos de capacitação. Atualmente, milhões de brasileiros dependem do Bolsa Família para sobreviver.

O programa faz uma transferência de renda direta todo mês às famílias de baixa renda. A fim de melhorar as condições dos beneficiários e reduzir o grau de dependência.

O parlamentar destacou a importância do programa para às famílias carentes do estado. “Essa ação levará à possibilidade de termos empreendedores, de termos autônomos, sobretudo na área de negócios, por exemplo, de serviços de cabeleireiro, de manicure, na área de alimentos, assim aumentando a geração de emprego e renda em Pernambuco e no nosso país” destacou o parlamentar.

 O Plano

O Banco Central do Brasil disponibilizou R$ 3 bilhões para atender aos cidadãos interessados em abrir um pequeno negócio. Os financiamentos individuais serão de até R$ 15 mil, com taxas de juros subsidiadas, que não ultrapassarão 1% ao mês.

O programa Progredir tem a meta de aumentar a renda das pessoas que recebem Bolsa Família. Para isso, ele desenvolverá ações em todo o país, que vão gerar vagas de emprego e estimular o trabalho por conta própria. A iniciativa será coordenada pela Secretaria de Inclusão Social e Produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

É importante lembrar que o programa Progredir pode desencadear uma melhora no orçamento da família, mas isso não significa exclusão imediata do Bolsa Família. Quem participa do Progredir permanece por mais dois anos no maior programa de transferência de renda do Brasil, mesmo se estiver empregado com carteira assinada. A remuneração, por sua vez, não pode ultrapassar dois salários mínimos.

As famílias, que deixarem o Bolsa Família em virtude de uma melhora na renda, não precisam ter medo. Caso aconteça a perda da nova fonte de renda, será possível voltar a receber o benefício do governo federal.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here